Usar camisinha significa proteção total?

Usar camisinha significa proteção totalMuitas pessoas imaginam que o simples uso de preservativo é suficiente para livrá-las de qualquer das chamadas infecções sexualmente transmissíveis. Mas, será que usar camisinha significa proteção total ?

Vamos à parte que é verdadeira: o uso de preservativo é, de fato, essencial para se proteger contra as antigamente chamadas DSTs. Ele protege contra infecções pelo vírus HIV, da AIDS, e contra a blenorragia, conhecida como gonorreia.

Isso, entre outras doenças, é lógico, em que a infecção se dá no contato com os fluidos sexuais, incluindo aí o esperma e o líquido de lubrificação natural da mulher, que entra em contato direto com o pênis, se não for usada a camisinha.

Mas não podemos nos esquecer de que a relação sexual muito raramente se resume à penetração. Durante o ato sexual ocorrem os beijos e o contato de pele com pele. Por isso é bom levar em conta isso se você, equivocadamente, acredita que usar camisinha significa proteção total.

Usar camisinha para proteger contra blenorragia

Usar camisinha significa proteção total para você

Pesquisas recentes dão conta de que tem aumentado o número de infecções no contato com a bactéria neisseria gonorrhoeae, da gonorreia (ou blenorragia) devido à prática cada vez mais frequente de sexo oral sem uso de preservativo.

Os cientistas têm alertado que, devido a essa proliferação da doença, a bactéria vem se fortalecendo e se tornando resistente aos medicamentos para combate-la. Por isso, usar camisinha significa proteção total na prática do sexo oral contra essas doenças.

Mais frágeis não resistem

Usar camisinha significa proteção total em vídeo
CLIQUE ACIMA para assistir ao vídeo

Esse é um processo comum conhecido como seleção natural, oriundo da chamada teoria da evolução. Porém, nesse caso, seleção natural se refere mais ao fato de que, ao ingerir determinado medicamento, as colônias constituídas por bactérias mais frágeis morrem primeiro.

Sobrevivem as bactérias mais fortes. Que, por sua vez, se reproduzem e dão origem a bactérias mais resistentes. E assim sucessivamente.

Isso explica por que medicamentos que antes se mostravam eficientes no combate a determinada enfermidade acabam deixando de agir.

Mais fortes complicam

Não é porque o remédio se tornou mais fraco. E sim o fato de que os elementos que agem e se propagam no surgimento da doença vão se fortalecendo e passam a resistir e a sobreviver para darem origem a colônias cada vez mais fortes.Usar camisinha significa proteção total contra AIDS

A gonorreia causa infecção na uretra, no colo do útero, no canal retal, na garganta, e pode atingir também os olhos. Ou seja: está, obviamente, fora de cogitação imaginar que o sexo oral sem proteção não vai fazer você correr risco de infecção.

Embora não esteja totalmente provado que a AIDS não possa se propagar no simples contato com a saliva, existem doenças incuráveis, como o herpes, que podem ser propagadas pelo beijo.

Usar preservativo é mais proteção

Mais frágeis não resistemOutra infecção possível tanto no contato das mucosas como da pele é o HPV, que pode passar despercebido, por não apresentar sintomas.

A infecção por HPV pode ficar latente por vários meses e até por vários anos. E, em seguida, resultar no surgimento de verrugas nos genitais e no ânus.

Mas existem vacinas, cuja aplicação é gratuita mas tem que seguir determinados requisitos, como idade e existência de outras infecções no organismo dessa pessoa.

Pelo chamado sexo oral podem ser transmitidas ainda a sífilis, a clamídia e a tricomoníase.

 

Usar camisinha significa proteção contra AIDSMais fortes complicam

É fato comprovado que podem existir vírus da AIDS na saliva, mas o diagnóstico a esse respeito sempre é muito duvidoso.

Isto porque, normalmente, a pessoa infectada não se limitou à prática do sexo oral. Ou seja: nunca se sabe se essa infecção foi transmitida no contato com a saliva ou na relação sexual sem o uso de preservativo.

Além disso, o vírus da AIDS mostra-se frágil no contato com o ar. Por isso, não existiria risco em usar copos ou talheres antes utilizados pelos infectados.

No entanto, o contágio pode se dar mediante o uso de seringas e agulhas, daí a importância dos descartáveis, para evitar o contágio.

Usar camisinha significa proteção total?

PODEROSA NA CAMA
Clique para acessar

É sempre bom lembrar que não existe recurso 100 por cento seguro.

Quando surgiram as pílulas anticoncepcionais elas representaram um alívio para as mulheres que não queriam ou não poderiam ter filhos. No entanto, existem casos de mulheres que ficaram grávidas mesmo usando pílulas.

No caso das infecções sexualmente transmissíveis, só existe um recurso, perfeitamente seguro, mas que anda cada vez mais raro: a monogamia.

Havendo fidelidade conjugal, sem que os parceiros tenham qualquer dessas doenças, evidentemente, anula-se a possibilidade de infecção.

Usar camisinha incomoda você?

Manual proibido da sedução
Manual proibido da sedução CLIQUE

Portanto, se você quer se livrar da camisinha e acha que sexo oral com preservativo não tem nenhuma graça, a única forma segura é desistir da tão frequente infidelidade conjugal.

O problema é que, segundo as estatísticas, isso tem sido fenômeno cada vez mais raro.

Pois, então, visite sempre o site Recado Secreto. Aqui você encontra muitas alternativas para assegurar a você uma relação bastante apimentada com o seu parceiro ou parceira.

Deixe aqui o seu recado

%d blogueiros gostam disto: