Tomar “pílulas azuis” pode tornar você impotente

Tomar “pílulas azuis” pode tornar você impotente

Você pode pensar que o que eu estou dizendo é brincadeira, ou até uma contradição, já que essas pílulas são para aumentar o tesão.

Mas tenha certeza: tomar o Viagra e todas essas pílulas pode te deixar impotente. E eu vou te provar isso.

É lógico que eu estou falando de todas essas pílulas que causam um efeito que muitas pessoas acham até que seja um milagre: Viagra, Cialis, Levitra e outras aí que não dá nem pra lembrar o nome, porque existe um monte delas.

Mas não existe milagre nenhum. O mecanismo é muito simples. O efeito dessas pílulas, como você já deve saber, é o de dilatar os chamados corpos cavernosos de modo que um fluxo maior de sangue vá para o seu pênis, facilitando a ereção.

A primeira coisa que se deve dizer é que essas pílulas não curam impotência. Elas provocam um efeito momentâneo, que pode durar de duas a três horas até mais de um dia, e que desaparece assim que a ação do princípio ativo se esgota.

(Se preferir, assista ao vídeo. O texto prossegue logo abaixo)

 

E não é segredo para ninguém, até porque está nas bulas e eu já mencionei em outros vídeos, que são vários os efeitos colaterais e eu não preciso ficar repetindo.

Aliás, segundo o noticiário que se vê na internet, já houve até casos de morte e de cegueira total ou parcial, mas esse não é o foco principal deste vídeo.

Veja bem: essas chamadas pílulas azuis, que na verdade foram apelidadas assim exatamente devido à cor do Viagra, que surgiu primeiro e é a mais famosa, são utilizadas em casos específicos, mediante cuidados médicos e sob orientação de especialistas.

E não podem ser tomadas por todo mundo. Quem tem problemas cardíacos e pulmonares,  quem sofreu recentemente um infarto ou um AVC ou quem fez determinadas cirurgias não pode tomar ou então deve se submeter a rigorosos exames para não correr riscos.

 

Como são pílulas com efeito vaso dilatador, quem tem problema de pressão não pode tomar. Se a pessoa tem pressão baixa, por exemplo, a pressão vai baixar mais ainda.

Mas ainda não é esse o foco deste vídeo.

Um efeito muito grave dessas pílulas é que elas podem se tornar um vício.

E o que se sabe hoje também é que elas estão sendo mais consumidas por homens jovens do que por idosos.

Isso você também já sabe, porque eu também já falei em outros vídeos.

Então vamos falar por que eu disse que elas podem causar impotência.

A primeira causa é física, a segunda é comportamental.

Já teve gente que, na pretensão de impressionar muito a parceira e tentar parecer um super-homem na hora do sexo, exagerou na dose e acabou tendo o que se chama de priapismo. Priapismo é a ereção muito prolongada e existem relatos de que pode  provocar complicações se sair do controle, fazendo surgir coágulos de sangue no pênis. Exige cuidados médicos.

Mas ainda não é disso que queremos falar.

O mais grave dessas pílulas é que homens que não precisam delas estão tomando, por medo de não conseguirem uma ereção.

E se têm medo de não ter ereção hoje, vão ter esse medo amanhã, e daqui a três dias, e na semana seguinte, e assim por diante.

E é aí que surge o vício, resultado da insegurança, do medo de não conseguir. E de onde vai surgir a coragem de tentar conseguir, se o que prevalece é o medo?

Agora uma pergunta: o que é impotência?

É quando a pessoa não consegue ter uma ereção, a não ser que tome remédio.

Então, se você só tem ereção tomando remédio, ou se pensa que só vai ter ereção tomando remédio, você se torna um impotente. Ou, no mínimo, está agindo como um impotente.

Então, um dos primeiros erros de um homem que vai ter a sua primeira experiência sexual é tomar essas pílulas com medo de falhar. Porque esse medo pode se transformar em vício e ele vai querer sempre repetir o erro, prisioneiro desse medo.

E o segundo erro é o que está acontecendo: pessoas já a partir dos 25 anos de idade, que não precisam dessas pílulas, começarem a tomá-las, com medo de falhar.

Agora, se você, sendo muito jovem, com os hormônios ainda no nível normal ou até elevados, com uma boa alimentação, sem o vício de drogas pesadas e que se exercita regularmente não consegue ereção, meu caro, o seu caso não é para pílula.

O seu caso é para consulta médica.

Fica esperto.

Se não, você vai acabar ficando broxa.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.