Impotência só na hora do vamos ver?

Impotência só na hora do vamos ver?

Muitos frequentadores do canal e do site me enviaram recado, inclusive por email, relatando que não têm dificuldade de ereção durante as preliminares, mas apenas na hora da penetração.

Se este é o seu caso, assista ao vídeo a seguir ou leia o texto. E se não é, assista ou leia também, porque um dia pode ser.

E as mulheres têm um papel importante nessa história, por isso devem prosseguir também.

A primeira coisa a enfatizar é que questões de sexualidade não podem ser vistas de forma, digamos, padronizada. Cada caso é um caso, cada organismo é um organismo, cada pessoa tem uma história de vida, seus hábitos, suas manias e seus vícios.

Em princípio, o que podemos dizer é que há uma grande probabilidade de essa ocorrência estar ligada ao lado emocional, a uma angústia, a um temor ou até ao machismo.

Vamos explicar.

Durante as preliminares e as carícias, ousadas ou não, que antecedem a hora do vamos ver, o homem não se sente pressionado a ter uma ereção. Até porque uma meia ereção pode ser confundida com uma ereção.

Essa ausência de cobrança de si mesmo produz, por si só, um certo relaxamento, o que – evidentemente – diminui a ansiedade, ou seja, o medo de fracassar.

Repare que mesmo no sexo oral isso ocorre e a ereção se torna mais fácil.

Esse é o primeiro ponto.

A segunda questão nós já mencionamos: você precisa saber se está de fato tendo uma ereção ou apenas uma meia ereção.

A sua ereção nesses momentos que antecedem a penetração propriamente dita é vigorosa, capaz de se sustentar por muito tempo?

Ora, seja sincero com você mesmo, porque esse é o primeiro passo para você resolver seus problemas.

A segunda questão nós já mencionamos: muitas pessoas imaginam que dificuldades de ereção estão ligadas exclusivamente à idade, quando isso não é verdade.

Um homem maduro que tenha boa saúde pode evidentemente aumentar, assim mesmo, o intervalo entre as relações, mas isso não significa que ele seja ou que esteja impotente.

Já os homens jovens podem perfeitamente padecer desse problema por todos os motivos que já mencionamos em outros vídeos. Procure que você vai encontrar muita informação.

Cobrança dificulta sempre

O que temos que falar também é que os homens mais jovens cobram de si mesmos, sempre, um desempenho atlético. Muitos deles se baseiam naquilo que assistem nos filmes pornográficos. Mas lembre-se: nos filmes existe uma sequência de filmagens, intervalos de gravação, cortes, edição. E muitos desses garanhões que você acha o máximo tomam as famosas pílulas. Pode ter certeza.

Nós falamos que a mulher tem papel importante nessa história e têm de fato. As mulheres que alimentam essa cobrança e muitas vezes não mantêm um diálogo franco com os seus companheiros podem aumentar esse clima de ansiedade.

E é isso que tem levado inúmeros jovens a tomarem esses remédios mesmo sem precisar. Basta fracassar uma vez para sentirem-se ainda mais pressionados e passarem a temer o fracasso antes mesmo de qualquer tentativa, como também já explicamos em outros vídeos.

Uma boa relação na cama, em que cada um confesse seus medos e angustias, pode ser até divertida e afastar essas angústias. E podem, de quebra, aumentar a intimidade do casal de forma saudável.

O bom humor é primordial nas relações humanas, o que inclui, evidentemente, os casais.

Mas, veja bem: não estou querendo iludir você. Caso a dificuldade de ereção seja frequente você deve procurar assistência médica, como também já ressaltamos em diversos vídeos e neste site.

A não ser em casos muito graves em que problemas de saúde sérios fazem parte do cenário, praticamente todos os casos de disfunção erétil têm solução.

E o primeiro passo, evidentemente, é buscar a causa, que esta sim, lhe propiciará descobrir qual é a solução para o seu caso, se você estiver enfrentando esse problema.

O que não adianta é ignorá-lo, ficar com medo ou tentar descobrir sem a ajuda daqueles que realmente precisam ser consultados. Ou até pior: você passar a buscar soluções paliativas e enganosas, que somente vão aumentar sua angústia e agravar um problema que pode ser simples de resolver.

Então, converse com sua parceira, procure manter boa alimentação e bons hábitos, veja como anda o nível dos seus hormônios. E se essa questão está sendo frequente e se tornou preocupante, procure assistência médica ou clínicas que tratam de disfunção erétil.

E não se esqueça de frequentar sempre o canal e este site, porque informação também é fundamental.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.