Como fazer de sua mulher uma tirana

Como fazer de sua mulher uma tirana

Antes que as feministas venham me sacrificar, dizendo que o homem pode ser também um tirano, eu quero avisar que estou, neste vídeo, falando da mulher, porque são os homens os mais babacas para caírem nessa de se deixarem dominar. E aí, você, feminista apressada, vai poder entender por que eu estou falando da mulher. E vai perceber que o vídeo também interessa muito às mulheres.

O mecanismo de transformar uma mulher numa tirana é muito mais simples e muito mais frequente do que se possa imaginar.

Ele pode começar antes ou depois que a relação a dois se estabelece.

Ele começa antes quando um homem se apaixona demais por uma mulher e passa a prometer tudo para conquistá-la.

Promete conforto, luxo, vida mansa, pagar todas as contas, viagens pelo mundo inteiro e tudo o que o dinheiro possa comprar, mesmo que ele não tenha dinheiro para comprar.

E aí, depois que se casam ou passam a viver juntos, ele começa a se esfolar para cumprir todas essas promessas.

E evidentemente ela não vai abrir mão de nada do que lhe foi prometido, e o pior: vai exigir cada vez mais.

E se o homem não der, paira sobre o ar a constante ameaça da separação, mesmo que não seja dita de forma explícita.

E aí a vida dele vira de cabeça para baixo.

(Assista ao vídeo ou, se preferir, continue lendo logo a seguir)

Esse fenômeno pode começar também depois do casamento ou da relação estável, quando o homem passa a se apaixonar perdidamente pela mulher e tudo isso começa a se agravar cada vez mais.

É praticamente a mesma coisa: só o tempo de começar varia.

É lógico que isso também pode acontecer no sentido inverso: o homem se tornar tirano, quando a mulher fica louca de paixão. Não vou dizer que não acontece, mas é mais raro. Porque a mulher é mais esperta para não cair nessa. Tem delas que caem, mas é mais raro. O homem se apaixona mais fácil. Pode parecer que não, mas é verdade. E ele se torna presa mais fácil também desse mecanismo.

A mulher é mais independente. Entre os homens, os mais independentes são os cafajestes. É por isso que mesmo as mulheres que se acham mais espertas acabam caindo na conversa dos cafajestes também.

Mas vamos falar do homem que não é cafajeste.

Porque eles existem. Acredite

Você primeiro quis a todo custo. Depois, passou a querer manter a relação a todo custo. E sabe o que você virou? Um escravo.

Homens assim são aqueles que fazem tudo pelas outras pessoas e normalmente não fazem nada por si próprios. Ele é sempre o último da fila… Quando está na fila, porque às vezes nem se coloca na fila.

Porque ele tem que ter sempre dinheiro para atender a tudo o que ela quer, e evidentemente não vai sobrar dinheiro para o que ele próprio quer.

E sabe o que acontece? Ela vai se sentir sempre superior ao marido ou companheiro, e vai o tempo todo querer dar as ordens.

É duro de dizer, mas isso acontece mais do que você imagina. E quando você menos espera, você já se transformou no escravo da sua tirana.

E para se libertar disso, só há um jeito: a separação. Que você tenta evitar, mas que vai acabar acontecendo quando a sua dignidade falar mais alto. Por mais que você seja apaixonado e até ame essa mulher.

Isso acontece também na relação com os filhos. O pai tem que ser um bom pai, mas não pode fazer com que os filhos se tornem tiranos. E o mecanismo é o mesmo.

Porque ser bom pai não é comprar para os filhos todos os bens materiais que eles querem.

Ser bom pai é dar carinho, fazer os filhos crescerem com uma cabeça boa, prepará-los para enfrentar a vida, mostrar que para obter as coisas é preciso saber lutar por elas.

Não significa negar tudo que for bem material, é lógico, mas saber dosar.

Porque se você não fizer isso você vai se transformar num eterno endividado, e as pessoas que se relacionam com você não vão deixar de ser tiranas por causa disso. Pelo contrário: podem se transformar em mais tiranas ainda. E nunca vão te agradecer por nada. A maioria vai até meter o pau depois que você se separar.

As pessoas não percebem, mas é o mesmo mecanismo das drogas. Você se vicia em crack ou em qualquer outra porcaria dessas, e depois passa a fazer o que pode e o que não pode para continuar no vício, porque se tornou dependente da droga.

O problema é que normalmente você só se dá conta disso tudo quando já aconteceu, quando você já está envolvido nessa relação doentia.

No caso das drogas, o único jeito é se manter sempre longe delas.

No caso da mulher e dos filhos, isso não precisa acontecer, desde que você tenha consciência, desde o início, de que uma relação só pode dar certo se ela for equilibrada.

É isso mesmo: equilíbrio é a solução.

Ninguém é melhor do que ninguém. Ninguém precisa receber mais do que ninguém. Ninguém precisa dar mais do que ninguém.

Porque toda relação sadia é uma troca equilibrada.

Todo mundo tem que agir para que dê certo.

Porque se não, pode ter certeza, vai dar errado.

E aí, se você ainda assim não aprender, vai acontecer de novo, e de novo, e de novo.

E se você não acordar a tempo, quando perceber já vai estar muito velho ou no fim da vida.

E infelizmente é isso o que sempre acontece, pelo menos com mais frequência.

Então o canal e o site Recado Secreto servem para serem seus amigos e te alertarem a tempo, se você ainda não caiu nessa ou ainda tem tempo de reagir.

Não deixe que suas relações caiam na armadilha da tirania.

Porque do contrário, no final da vida, você vai chegar à conclusão de que tudo foi perda de tempo. Ou uma grande fábrica de amarguras.

Acorde enquanto é tempo. Porque, se não fizer isso, sua vida vai se tornar um pesadelo.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.