Se você não transar vai acabar broxando?

Se você não transar vai acabar broxando?Muita gente pergunta se a ausência de relações sexuais por um longo período também influencia na capacidade de manter essas relações. Ou seja: se você não transar vai acabar broxando?

Em resumo: ficar muito tempo sem ter relações sexuais causa impotência?

Mas o que significa esse muito tempo?

De estresse a outros fatores

Há uma primeira coisa que se deve levar em conta. É que, evidentemente, o número de relações varia dependendo de vários fatores. Entre eles estão saúde física e mental, idade, rotina diária, frequência de estresse e inúmeras outras variantes.estresse

É tudo isso que vale saber para responder à pergunta: se você não transar vai acabar broxando?

Mais de uma por dia

Se estiver bem disposto e com saúde, um homem até os 20 anos ou mais pode manter uma relação por dia ou até mais do que uma por dia.

mais de umaMas isso varia muito. Existem homens que, antes mesmo dos 30 anos de idade, começam a sofrer de impotência.

Já recebemos diversas perguntas de homens de até 18 anos de idade apavorados com o fato de não terem conseguido manter relações. E que ficam com medo de tentarem de novo e de fracassarem.

Ora, pílulas…

Exatamente por isso, a faixa etária compreendida pelos jovens é a que mais consome as chamadas pílulas azuis. Isso se dá em razão do medo de fracasso com uma namorada, por exemplo. Mas, será que, se você não transar vai acabar broxando?apreensivo

É esse medo da disfunção erétil que leva ao vício prejudicial. Isto porque esses jovens não conseguem arriscar mais nenhuma relação sem antes tomar uma dessas pílulas.

Em relação à pergunta que fizemos há pouco – o que significa esse muito tempo sem manter relações – qual seria a resposta? É preciso considerar que, no mínimo, três circunstâncias andam juntas: idade, saúde e fatores emocionais. No mínimo.

 Condições gerais

Um homem acima de 50 anos, com boa saúde, que se exercita, que não usa drogas. E mais: que está com os seus índices hormonais regulados, que não padece de doenças como diabetes, problemas circulatórios ou cardíacos, por exemplo. E ainda: que tem uma vida tranquila, sem estresse, pode manter relações mais regulares do que homens abaixo dos 40 ou até dos 30 anos.

Diríamos que o item idade, em resumo, não deve ter peso exclusivo ou determinante nessa questão. Tinha peso maior há algum tempo, quando os recursos da medicina eram bem mais limitados. Além disso, a sexualidade estava mais envolvida em barreiras preconceituosas de maior influência. Mas é lógico que há uma tendência maior da diminuição da libido acima dos 60 ou dos 70 anos pelos fatores já citados. E ainda pelo fato de a atividade sexual não ser mais uma novidade que cause tanto frenesi como acontece com os jovens.

Qual é a variante ideal, portanto, para você avaliar em que consiste esse muito tempo? Será que, se você não transar vai acabar broxando?

Você vai saber

A variante é você mesmo que vai poder avaliar. Se você costumava manter relações pelo menos uma vez por semana… E hoje fica mais de 30 dias, ou até mais tempo do que isso,  sem sexo e sem libido, o que significa? É lógico que pode ter certeza de que essa frequência caiu vai saberbastante. E que esse muito tempo se dá em razão proporcional a essa queda de frequência

Mas novamente muitos fatores influenciam. Entre eles: perda de atração pela companheira. Ou mesmo ausência de uma companheira que lhe permita essa mesma frequência de relações, por exemplo.

E nesses intervalos, você sente vontade de manter relações, mas não tem por ausência de companhia?

Muitas indagações

É preciso indagar ainda: essa ausência não lhe incomoda, a sua libido está lá embaixo? Ou você fica a tal ponto carente que chega a recorrer à masturbação para se satisfazer?

casal na praiaCom base nisso tudo, como nós já frisamos, é você mesmo que terá condições de avaliar o que significa, ou quanto significa, esse muito tempo.

Se você não transar vai acabar broxando?

Em relação a esse questionamento, a resposta é: sim.

Estudiosos confirmam os benefícios do sexo para os sistemas cardíaco e imunológico, para a diminuição da ansiedade e para evitar a impotência sexual, entre outros fatores.

Aliás, há estudos clínicos que atestam que, quanto menor a frequência de atividade sexual do homem, maior a probabilidade, inclusive, de ele ter câncer de próstata.

Medo só piora

Mais uma vez, não entre em pânico, porque isso apenas piora as coisas.medo só piora

Com base em tudo o que foi dito, avalie você mesmo se a sua atividade sexual diminuiu a ponto de você dizer que está sendo por um longo período.

Avalie as razões de isso estar acontecendo: problemas de saúde, uso de drogas, vida sedentária, ausência de uma companheira que lhe dê tesão, diminuição de libido. E, finalmente, se isso está incomodando você.

Esconder ou resolver?

esconder ou resolverO machismo sempre leva o homem a não procurar ajuda. Ele então esconde o fato dos amigos e, principalmente, das mulheres. E, sobretudo, nega-se a procurar ajuda de médicos, psicólogos e de clínicas especializadas.

Já demos essa boa notícia e vamos repeti-la, porque nunca é demais: praticamente todos os casos de disfunção erétil têm tratamento.

Avalie se você prefere continuar escondendo ou se prefere se tratar, dando novo impulso à sua atividade sexual. E, consequentemente, à sua vida.

 

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.