Recado sempre em defesa dos jovens e das crianças

Apesar de o Youtube, como de costume, continuar dificultando tanto a monetização como a divulgação dos vídeos do canal Recado Secreto, continuaremos sempre empenhados em rejeitar o comportamento de violência no mundo inteiro. Sendo assim, de nossa parte, vamos prosseguir publicando com empenho nosso recado sempre em defesa dos jovens e das crianças.

Recado sempre em defesa dos jovens e das crianças

Ofensas na internet e espancamentos: canalhas continuam em ação

Não há como usar outra expressão: são canalhas os que espancam crianças e ofendem mulheres jovens pela internet. Falamos em mulheres jovens porque são elas o principal alvo dessas ofensas e agressões. Mas, obviamente, esse péssimo comportamento de ódio se espalha pelo mundo todo contra pessoas de todas as idades, independentemente de sexo.

Uma das histórias tristes que contamos é a da atriz Maitreyi Ramakrishnan, que, em recente entrevista à BBC News, desabafou dizendo que não estava preparada para a onda de ódio que viria a enfrentar na internet após o seu sucesso na série Eu nunca…, da Netflix.

Ela recebeu ataques violentos nas redes sociais, comentários que classificou de nojentos e até ameaça de morte.

Quem espanca criança tem que ir pra cadeia

De atriz a embaixadora da ONG Plan International

A atriz tem procurado se afastar das redes sociais, com frequência, tentando se resguardar. E, como essas ofensas e agressões se tornaram comuns na internet, principalmente direcionadas às mulheres, ela se tornou embaixadora da ONG Plan International, para lutar contra essa onda de violência e de total desrespeito.

E, obviamente, não poderíamos deixar de, mais uma vez, manifestar nosso veemente repúdio a atitudes de pais desqualificados que espancam seus filhos sob o pretexto de que isso seria uma forma de “educá-los”.

Essa história da atriz e nosso veemente repúdio aos castigos físicos estão presentes no vídeo. Clique na miniatura acima para assistir.

Como proteger as crianças de abusos

Como proteger as crianças de abusos

Embora não seja segredo para ninguém o quanto crianças e adolescentes sofrem abusos sexuais no Brasil, com a prática de crimes que, tantas vezes, se tornam impunes, parece difícil para o YouTube se dispor a mostrar como proteger as crianças de abusos.

Embora tenhamos recorrido contra o bloqueio de monetização imposto ao vídeo, a plataforma entende que esse não é um assunto que mereça reconhecimento como iniciativa educativa e preventiva.

Obviamente, a monetização sempre ajuda o canal a crescer e a ser bem divulgado. Mas nossa missão continuará sendo, apesar de todos os obstáculos que enfrentamos, a de levar uma mensagem de esclarecimento a toda a sociedade. E você pode assistir no YouTube clicando na imagem logo abaixo do título do vídeo.

Visão ultraconservadora nada enxerga sobre sexualidade

Hipocrisia, fanatismo religioso e analfabetismo funcional se misturam no ataque de chilique da sinistra Damares Alves contra o filme Lindinhas, também exibido pela Netflix.

Em sua obtusa e hipócrita interpretação, a ministra não entendeu que o filme não defende a sexualização das crianças, mas sim retrata essa sexualização diante da convivência entre meninas desamparadas que não recebem nenhum tipo de educação esclarecedora, a ponto de a maior das vítimas ficar surpresa diante da primeira menstruação e mostrar-se assustada com o sangue que escorria de sua genitália.

Desta vez, apesar de todos os ataques ultraconservadores, falso moralistas e hipócritas, o YouTube (ufa!!!) reconheceu no filme a coerência da análise do conteúdo que foi apresentado em nosso Canal Recado Secreto.

Para assistir ao vídeo é só clicar na imagem abaixo.

Deixe aqui o seu recado

%d blogueiros gostam disto: