8 primeiros passos para a conquista

8-passos-conquistar

Você quer se relacionar bem com as pessoas e quer também conquistar essas pessoas?

Existem várias formas de conquista.

Relacionamento é um conceito amplo. Você pode conquistar uma amizade, a confiança de um colega ou de uma pessoa com quem esteja a fim de um relacionamento mais profundo, incluindo aí o relacionamento amoroso.

O primeiro passo, em qualquer dessas circunstâncias, é conquistar a simpatia.

Porque dizem que a primeira impressão é a que fica, mas muitas vezes temos que ter o cuidado de cultivar uma impressão melhor do que a primeira impressão, é lógico, caso a gente note que essa primeira impressão não foi muito boa.

Seja para amizade, confiança, relações profissionais ou amorosas, há fatores que interferem decisivamente para dar início a esse relacionamento de forma positiva.

Especialistas em comportamento humano enumeram os primeiros oito passos que devem ser dados para conquistar uma pessoa. Eles estão abaixo do vídeo. Mas se você prefere assistir ao vídeo, e só clicar.

 

  • Demonstre seu interesse pelo que a pessoa fala. Não existe nada mais irritante do que falar e ter a sensação de que o seu interlocutor não está nem ouvindo. Dá a impressão de que a pessoa que fala está sendo simplesmente ignorada. Isso demonstra esnobismo e pode ser interpretado até como forma de humilhar o outro, ou seja, de simplesmente ignorar quem está falando.
  • Sorria, mexa-se. Bom humor é fator fundamental se você quer agradar num primeiro contato. Mas isso não inclui, é lógico, piadas sem graça, e muito menos vulgaridade, um veneno fatal para começar mal uma relação. Procure também usar os segredos da linguagem corporal, que dizem muito. Falarems mais sobre isso num próximo vídeo.
  • Faça a outra pessoa sentir-se importante, porque se ela não é importante para você, seja de que forma for, por que você iria querer iniciar um relacionamento? Mas não exagere nos elogios, para não parecer pedante ou artificial.
  • Saiba ouvir, não fale o tempo todo de você, novamente uma demonstração de esnobismo que pode se tornar insuportável.
  • Tenha bons assuntos e não fale sobre o que você não enten A pessoa pode saber mais do que você e isso vai torná-lo ridículo. Situações de constrangimento não são exatamente uma boa porta para iniciar uma boa relação.
  • Se for criticar, critique sem ferir. Você pode dar a essa crítica uma nuance de bom humor, o que combina com o que já dissemos agora há pouco. Se conseguir mesclar crítica a um elogio simpático, vai marcar ponto a seu favor.
  • Não deboche. Debochar é a forma mais irritante de ofender e de humilhar, ou até de menosprezar ou simplesmente anular o interlocutor. Você não acha que isso vai dar certo, não é mesmo, se quiser cativar uma pessoa?
  • Não demonstre radicalismo falando sempre sobre o mesmo assunto de forma exaustiva. Isso torna você um “fanático” ou um chato. É lógico que você pode defender um ponto de vista, uma ideia, um profissional que lhe agrade, mas não a ponto de isso se tornar incômodo. Mas é lógico que, se a pessoa também se interessa pelo tema, a possibilidade de falar durante mais tempo sobre o mesmo assunto vai ficar evidente durante o próprio diálogo. O próprio ouvinte vai deixar claro o seu interesse durante a conversa. Mas para isso é preciso ter sensibilidade na hora de começar e de parar.

É lógico que isso é só um resumo.

Lembre-se: sexualidade é tema do site e do canal, e relacionamento também.

Então, inscreva-se no canal e assine a nossa lista, clicando em Brinde para você, no alto da página (você ganha um e-book), que vem muito mais abordagens que lhe interessam, e você vai receber um email avisando sobre os próximos vídeos.

Vamos criar uma grande comunidade de pessoas felizes em seus relacionamentos.

Estamos esperando você.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.