Sobre o aparente dilema de como ser feliz

Sobre o aparente dilema de como ser felizJá repetimos várias vezes que este site não trata de política. E não é realmente esse o nosso tema. Mas, diante da situação atual do país, vale a pena fazer uma reflexão sobre a vida. E sobre o aparente dilema de como ser feliz.

Pense junto comigo: quando nos perguntamos sobre como ser feliz, isso pode perfeitamente se encaixar exatamente nas três diretrizes que norteiam as nossas postagens: sexualidade, comportamento e relacionamento.

Então, vamos pensar juntos sobre essas três diretrizes para entender se o dilema de como ser feliz é mesmo um dilema.

Se você acha que é um dilema…

A primeira conclusão a que podemos chegar é de que não se trata de dilema nenhum.Sobre o aparente dilema é só aparente

Então, vamos começar pelo comportamento.

Você quer ser feliz atrapalhando a felicidade dos outros? Sentindo inveja? Pregando o ódio? Você é autêntico(a) ou procura o tempo todo parecer aquilo que não é? Você se mantém ignorante em relação a tudo o que deve saber para levar uma vida feliz?

Ou será que você é atencioso(a). Procura ser educado(a), na medida do possível, pois sei que às vezes, com algumas pessoas, isso é difícil. Mas convém, mesmo assim, fazer uma observação: mesmo com pessoas que às vezes se mostram insuportáveis, sempre você sai ganhando se nunca se irritar ou se exaltar. Isso você aprende aos poucos, com a vida, porque a convivência social nem sempre é fácil. Mas irritar-se ou ser explosivo apenas aumenta os seus problemas ou pode mesmo ser fatal.

Autenticidade e hormônios

Sobre o aparente dilema de como ser feliz diante do espelhoMas, lembre-se: mantenha seus hormônios em dia, no nível certo, porque, se a sua testosterona, por exemplo, estiver muito baixa, você vai se irritar com mais facilidade. Entre outras complicações.

A questão da autenticidade é mais importante do que parece. Nunca vista uma máscara. Você só enxerga essa máscara se estiver na frente do espelho. Mas as pessoas que estão de frente para você enxergam esses disfarces com muito mais facilidade.

Isso não significa que, se você é uma pessoa insuportável e antissocial, deve continuar sendo. Ao contrário disso: deve procurar se corrigir e se aperfeiçoar. E isso é uma luta que precisa ser travada a cada dia. E que nunca acaba, enquanto você estiver vivo. Significa que devemos nos preparar para cada situação na vida.

Reflita sobre o aparente dilema de como ser feliz

Você cultiva o amor, em vez do ódio? Pronto. Já é um bom caminho para começar.

Sobre o aparente dilema de como ser feliz exige reflexão

E por aí vai. Quem mais ensina é a vida. Procure refletir sobre tudo o que você possa ter feito de ruim, mesmo sem intenção. E sobre tudo o que você possa ter feito de bom, mesmo sem ter sido por mero interesse. Ou melhor: principalmente se não tiver sido por mero interesse. Aí você vai poder completar os outros itens.

Você fala em família da boca pra fora?

Agora vem o relacionamento.

Você procura dialogar com seu parceiro ou parceira? Ajuda nas tarefas de casa? Procura ser compreensível e fazer-se compreender de forma civilizada? Sente preguiça só na hora em que dá para ter preguiça… porque, afinal, ninguém é de ferro?

Você fala em família da boca pra foraVocê conversa e abraça os seus filhos e filhas todos os dias? Você beija sua esposa? Conversa com ela, sem se tornar um tagarela?  Você se empenha em conhecer as carências e dificuldades em família. E em tentar resolvê-las?

Amor e companheirismo

Você se empenha em não ser negativo? Você ajuda os seus filhos em seus deveres de escola? Você adota a paciência e a compreensão como metas em seus relacionamentos, por mais que isso pareça difícil em algumas situações?

E vale aquela recomendação que eu fiz agora há pouco: pense em tudo o que você já fez de bom e de ruim e complete os outros itens. Você vai ver que é fácil saber.

Tabus e ignorância

A sexualidade fica por último. Não por ser menos importante, muito pelo contrário. Mas é que é, muitas vezes, a que está mais carregada de tabus e de desconhecimento.dilema de como ser feliz

Você vê a sexualidade sob uma ótica moralista? Você é uma pessoa repressora? Você está consciente de que a ignorância é uma das principais causas de uma mente repressora? Você procura se informar sobre sexualidade?

Você mantém relacionamentos carinhosos? Você sabe da importância das preliminares? Você cuida da sua saúde sexual? Você está preso a tabus que lhe fazem infeliz? Você tem consciência de que sexo é vida e de que faz bem à saúde do corpo e da mente? Você, você você…

Cultive o saber

Cultive o saberAs perguntas são muitas e as mais diversas. Mas já deu para perceber, sobre o aparente dilema de como ser feliz, que não se trata de nenhum dilema. E que o site e o canal Recado Secreto abordam exatamente, sempre em alto nível, as 3 vertentes que, se você se mantiver atento, vão lhe mostrar o caminho da felicidade.

E vão lhe mostrar também que existe uma exigência fundamental em sua vida, na busca pela felicidade. E é isso o que procuramos lhe proporcionar o tempo todo neste canal e no site Recado Secreto.

Porque, como costumamos dizer, com uma convicção inabalável, que pode resumir tudo: Quem não aprende pelo conhecimento acaba aprendendo pelo sofrimento. Então, cultive o saber. É o caminho mais curto que leva à felicidade.

CLIQUE para assistir ao vídeo

 

 

 

 

 

 

Assista também
Assista também

Recado Secreto FANPAGE

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.