O que atrai uma mulher?

O que atrai uma mulher?

Essa é uma pergunta frequente entre os homens de todo o mundo, e as respostas são variadas, bem como as convicções. Logo de início boa parte imagina que o que mais atrai as mulheres é o dinheiro, o que não se constitui, por sinal, numa resposta exclusivamente masculina. Há inclusive uma ironia de conotação relativamente preconceituosa que também nem sempre é pronunciada somente pelos homens, segundo a qual “quem gosta de homem é gay; mulher gosta é de dinheiro”.

Em todas as análises convém levar em conta um princípio básico: nunca se deve generalizar. Evidentemente há mulheres que entram numa relação apenas por interesse, o que normalmente resulta em relacionamentos pouco duradouros e permeados por inúmeros conflitos. Um casal que se ame de fato pode facilitar a conquista de uma vida social e financeira compensadora. No entanto, quando é o interesse financeiro que prevalece, dificilmente isso resultará em amor. Até pelo contrário: a absoluta predominância de interesses é um campo fértil para as desavenças.

Outra questão que tem que ser, inevitavelmente, levada em conta é a idade da mulher. A idade traz a maturidade, e os interesses se tornam outros. Casais muito jovens dão vazão ao frenesi aventureiro. Pessoas de mais idade normalmente cultivam valores como estabilidade, harmonia, tranquilidade, companheirismo. Novamente não se pode generalizar, mas é temerário desconhecer que sentimentos de pessoas muito jovens diferem daqueles cultivados por pessoas maduras e mais vividas.

Também é impossível desconsiderar que as dificuldades financeiras podem influenciar nos relacionamentos, mas até nisso é forçoso reconhecer que cada ser é um ser, e que as reações divergem. E essas divergências têm como pano de fundo exatamente o amor. Casais que se amam enfrentam as dificuldades unidos e solidários na busca por dias melhores. Casais que não se amam acabam tantas vezes aprofundando os conflitos em razão da falta de dinheiro, pois essa dificuldade financeira impõe obstáculos ao lazer e ao relaxamento, inclusive nos finais de semana. Estressado, o casal acaba brigando com mais frequência.

Há pontos ainda polêmicos quanto ao sucesso ou ao insucesso dos homens diante da tentativa de conquista. Aparência física não deve ser negligenciada, o que não significa obrigatoriamente beleza física. Trajar-se com estilo, manter bons hábitos de higiene e cuidar da saúde influenciam na aparência. Alguém conhece uma mulher que goste de homens com caspa? (risos)

Senso de humor e espírito de liderança influenciam em qualquer idade. Homens carrancudos, lamurientos e mal humorados não estão exatamente na fila dos que conquistam com mais facilidade. E, evidentemente, dependendo do nível cultural da mulher a ser conquistada, o senso de humor pode variar daquele inteligente, sutil e refinado ao menos exigente elenco de anedotas que beiram a vulgaridade. Como no teatro e no cinema, tudo depende do nível da plateia.

O espírito de liderança também tem impacto sobre as mulheres. Embora muitas gostem de ser mandonas, um homem que demonstre capacidade de influenciar as pessoas sempre causa admiração. Conhecimento e pelo menos um pouco de cultura compõem esse cenário: o homem que “sabe das coisas” e que não cometa gafes cada vez que abre a boca equivale a alguém que não provoque risos disfarçados e muitas vezes constrangidos, especialmente nas reuniões em grupo, onde há sempre alguém mais culto ou pelo menos não tão ignorante que não possa ser levado a sério quando tenta dizer alguma coisa.



Energia e auto-confiança sempre dão um toque especial. Um homem inseguro interessa apenas às mulheres que desejam dominar a relação de forma doentia. Não querem um homem, querem um escravo. Há também, por incrível que possa parecer, os homens que cultivam na mulher a figura da mãe. Querem mulheres cuidadoras, que lhes dêem mimo. São normalmente homens carentes, que tiveram uma infância problemática. Cada caso é um caso, mas nem sempre esse tipo de relação resulta em algo saudável.

Energia aqui surge não como sinônimo de arrogância, mas sim de iniciativa, espírito empreendedor, liderança. Os líderes impressionam bem. Um homem pra baixo acaba espalhando essa característica pelo ambiente. Normalmente não é considerado uma boa companhia.

Há mulheres ainda que não consideram apenas o dinheiro, mas o status. Pode parecer que seja a mesma coisa, pois fica mais fácil manter o status se houver bom poder aquisitivo, mas status também está relacionado a bom gosto, inteligência e a outros predicados.

 

Há uma palavra mágica, no entanto, que pode resolver qualquer problema de relacionamento, ou pelo menos a maior parte deles: diálogo. Os casais que conversam de forma franca e sincera podem equacionar questões muitas vezes consideradas insolúveis. Qualquer pessoa pode mudar, pode se aperfeiçoar. Mas é preciso  estar disposto a promover essa mudança em si mesmo.

A pessoa só muda se quiser mudar. É preciso saber avaliar as vantagens dessa mudança, o que não está ao alcance de qualquer pessoa. Há aquelas que imaginam que não precisam mudar. E vem a constatação inevitável: quem age da mesma forma, obterá sempre os mesmos resultados. Se não estiver satisfeita com os resultados e agir sempre da mesma forma, obterá inevitavelmente os mesmos resultados. Questão de opção, portanto.

Um comentário em “O que atrai uma mulher?

  • 07/10/2015 em 230220
    Permalink

    Cara, gostei do assunto. Pra mim o que me derruba é essa insônia. Ninguém merece. O dia seguinte uma bomba com mega dor de cabeça e sonolência. Na verdade, a minha insônia até que nem é tão frequente mas meu amor que não pregava os olhos e acabava me acordando junto. Mudei de colchão e nesses dias ele pelo menos capota na cama e me deixa dormir (…)

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *