Algo sobre as mulheres que você não sabe

orgasmo

Você, mulher, sabe tudo sobre você? E você, homem, sabe tudo sobre as mulheres?

Seria muita pretensão, tanto num caso como no outro, dizer que sim.

Pois eu vou lhe revelar algo sobre as mulheres que você provavelmente não sabe.

Cientistas já anunciaram uma descoberta que não deixa de ser curiosa: a mulher tem um órgão que se assemelha… aliás, que se assemelha não, mas que, segundo eles, pode até ser considerado uma próstata.

Essa próstata, que sempre se pensou que fosse uma glândula presente unicamente nos homens, seria a responsável pelo que passaram a chamar de ejaculação prostática nas mulheres.

Então são duas novidades sobre as mulheres que muita gente não conhece: elas têm uma próstata, e elas ejaculam.

As explicações detalhadas estão no vídeo a seguir. Mas você pode também continuar lendo mais adiante, se preferir.

É lógico que, como tudo que é novidade, ainda há controvérsias e tem muita gente que duvida. Mas esses estudos estão sendo feitos por muitos cientistas, entre eles por um grupo da Unicamp, a Universidade de Campinas, em São Paulo, que, como se sabe, é o Estado onde se concentram os mais renomados médicos e cientistas do país.

Segundo informações que vêm sendo publicadas já há algum tempo, as pesquisas sobre a próstata feminina surgiram a partir de um estudo em torno de células cancerígenas presentes em órgãos do aparelho reprodutor da mulher. Esses cientistas perceberam que algumas dessas células apresentavam características semelhantes às da próstata do homem. Quando investigaram mais detalhadamente os materiais celulares, os pesquisadores acabaram identificando a existência daquilo que eles passaram a considerar que seja a próstata feminina.

Esses estudos já foram anunciados há cerca de 10 anos, mas esse é um período que pode ainda ser considerado curto em matéria de Ciência, mas, por mais que se possa levantar dúvidas, o fato é que o estudo é bem sério.

Já sobre a tal da ejaculação feminina, isso se fala há mais tempo. O que se acrescentou é que essa ejaculação estaria ligada exatamente à existência da próstata feminina, daí a designação de ejaculação prostática. E que na ejaculação prostática o tal do Ponto G também teria grande participação.

Aliás, eis aí outro tema polêmico, porque alguns desses ginecologistas que só tocam na mulher com luvas e pinças ainda duvidam da existência do Ponto G, mas as próprias mulheres já deram vários testemunhos, elas mesmas, de que já sentiram o ponto G e que atingiram, ao tocá-lo e ao massageá-lo, o orgasmo.

E o homem, se tiver um pouquinho de habilidade e jeito, pode identificar e tocar o ponto G.

Ele tem, de fato, como já foi descrito por várias pessoas, um formato arredondado, como uma pequena moeda, e é fácil identifica-lo porque a membrana é totalmente diferente daquela que está em volta dele. E se você não é desses brutamontes insensíveis que não respeitam a delicadeza da anatomia feminina, vai poder achar o ponto G na sua parceira. Se ela se dispuser a deixar você procurar, é lógico.

Agora, outro ponto polêmico: o tal do orgasmo ejaculatório proporcionaria o ápice do prazer na mulher, a ponto de ela não querer mais outro homem na sua vida se você proporcionar esse prazer a ela.

Bom, que ele pode ser muito intenso, isso não resta dúvida. Agora, se ela vai encarar você como o homem da vida dela, isso depende de você também, da sua sensibilidade, da sua maneira de se relacionar e do carinho que você vai sempre dar a ela.

Então, se você quer acrescentar uma pitada de emoção e até de renovação à sua relação com a sua parceira sexual, que tal tentar identificar o ponto G nela e proporcionar também a ela um orgasmo ejaculatório?

Eis aí uma boa ideia pra uma noite especial de amor.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.