Saudade da gonorreia? Cuidado, ela pode estar por perto

 

Saudade da gonorreia? Cuidado, ela pode estar por pertoLogo que a AIDS começou a apavorar as pessoas como doença sem cura, em algumas cidades brasileiras os pichadores começaram a escrever nos muros “Saudades da gonorreia”. Pois saiba que a gonorreia, embora tida como doença menos temida, está se fortalecendo cada vez mais e a contaminação pode ocorrer sem que haja penetração nas relações?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem alertado para o perigo da diminuição do uso dos preservativos, o que vem contribuindo para o aumento dos casos de gonorreia.

OK, eu sei. Eu acabei de falar que não é preciso haver penetração para pegar gonorreia. E é isso mesmo: a doença pode ser transmitida por sexo oral, e como o número de pessoas que usa camisinha tem diminuído, mais pessoas são infectadas numa relação completa e mais pessoas, portanto, transmitem a doença apenas com a prática de sexo oral.

Antigamente tudo era mais simples. Grande parte das pessoas que davam início à vida sexual acabava pegando gonorreia. Mas isso era numa época em que a penicilina curava a doença.

Pois é. E a OMS está alertando exatamente para isso:  agora é muito mais difícil tratar a gonorreia. Mais alarmante ainda: em alguns casos, segundo a Organização Mundial de Saúde, a cura se revela até impossível.  Isso porque a infecção está rapidamente desenvolvendo resistência a antibióticos. Especialistas dizem que a situação está bastante sombria, pois existem poucos medicamentos para combater a doença e muitos deles estão se tornando ineficientes.

(Prefere assistir ao vídeo? O texto prossegue logo abaixo)

E você acha que é pouca gente? No mundo todo, cerca de 78 milhões de pessoas pegam a doença a cada ano, segundo levantamento que abrangeu 77 países. Essa pesquisa, ainda segundo a OMS, comprovou que a gonorreia, que vem se tornando resistente a antibióticos, se espalhou por várias nações. A infecção se espalha através do sexo desprotegido, tanto vaginal, como oral e anal.

E quando você entra em contato com uma pessoa que tem a doença você pode nem notar. Os sintomas nem apareceram ainda, mas essa pessoa infectada já transmite a doença. E quando os sintomas aparecem não são nada agradáveis, nem poderiam ser, é lógico, porque doença é doença.  Os sintomas são secreção verde ou amarela nos órgãos sexuais (e não tem nada a ver com patriotismo), dor quando a pessoa urina e até sangramentos. Quando não se trata a doença ou quando os remédios não dão conta de curar, isso pode resultar não apenas em infertilidade como também em doença inflamatória pélvica e pode haver transmissão para o bebê já durante a gravidez.

Você gosta de uma sacanagem sem camisinha? Então você é tão sacana quanto a bactéria que causa gonorreia, só que ela é mais esperta do que quem se acha muito esperto. Toda vez que é utilizada uma nova classe de antibióticos, a bactéria se torna resistente. E por isso, é lógico, os remédios passam a não fazer efeito.

Pois então. Todo mundo sabe que a fidelidade é coisa que para muita gente nem existe. Mas se você se preocupa muito com a sua saúde, pular a cerca hoje pode não resultar só num pé ou numa perna quebrada, mas numa secreção esquisita que sai do seu órgão sexual em decorrência de uma infecção que vai abalar sua saúde e pode não ter jeito de curar.

E é lógico que não vai ter ninguém querendo transar com quem cospe verde pelo pênis ou pela vagina.

Bom, cada um cuida da sua própria vida. Eu só estou avisando. A nossa missão é essa: alertar sobre tudo que diz respeito a sexualidade, relacionamento e comportamento. O resto é com você.

Deixe aqui o seu recado

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.